📍 Chipre

Título: A Paciente Silenciosa
Autor: Alex Michaelides
Editora: Presença
Ano de publicação: 2019
Páginas: 336

.

Onde comprar (portes grátis): Wook*


Começo este post por agradecer à Presença pelo envio daquele que será, provavelmente, um dos melhores livros do ano. Que maravilha! ♡

.

A História

A Paciente Silenciosa é um thriller psicológico que segue duas personagens: Theo e Alicia. Alicia é uma artista que, assim casualmente, se tornou famosa por ter assassinado o seu próprio marido a tiro, tendo acabado internada numa clínica psiquiátrica. Theo é um psicoterapeuta que ficou fascinado pelo caso de Alicia devido a um pequeno detalhe: desde que assassinou o seu marido, nunca mais disse uma palavra. Foi como se tivesse ficado muda, e isso é um detalhe que perturbou todos em seu redor, especialmente o Theo.
A história tem início quando Theo começa a trabalhar na clínica onde Alicia está internada, com o intuito de a acompanhar e tentar entender a sua mente. Por outro lado, são-nos apresentadas algumas entradas do diário que Alicia começou a escrever algum tempo antes da fatídica noite do assassinato, que nos dão a conhecer quem era esta artista antes do silêncio perpétuo.

.

Opinião

Leitura para o projecto Read the World ♡

Pouco sabia desta história quando a comecei a ler – apenas tinha a noção de que seguiria um psicólogo (ou algo do género), e de que este acompanharia alguém com perturbações mentais. Porém, A Paciente Silenciosa é muito mais do que isso. Toda a história está extremamente bem construída, e a escrita é viciante deste o primeiro capítulo.

A figura de Alicia é muito misteriosa, intrigante, e quase mitológica – aliás, o que não falta nesta leitura são referências à mitologia grega, começando por Alceste. E vocês sabem que eu sou a maluca da mitologia, portanto é claro que esse foi um aspecto que muito me agradou durante a leitura. Quem nunca leu Alceste de Eurípides não entenderá de imediato as referências ou onde a história nos poderá levar, mas garanto que isso não vos vai estragar a leitura de modo algum. A verdade é que eu li a peça, mas como não me lembrava de muitos pormenores, foi como se não tivesse lido, e confesso que até fico feliz que assim tenha sido. A Paciente Silenciosa é um daqueles casos em que quanto menos se souber, mais suspense se sentirá durante a leitura.

Quanto a Theo, achei-o muito cativante como narrador, e ainda mais como personagem principal. No decorrer da história, Theo descreve-nos o que acontece na clínica, como são os diferentes pacientes e as suas interacções, entre outros pormenores da sua vida profissional. Porém, existe também a narrativa que nos fala da vida pessoal de Theo, da sua esposa e da relação com os seus pais. Assim, vamos conhecendo a sua personagem a fundo, enquanto o próprio Theo vai conhecendo Alicia e investigando o seu passado em busca da verdade.

Porém, a meu ver, e embora as personagens sejam fascinantes, o ponto forte deste livro é o enredo. O autor cria uma história que não lembra ao Diabo, e deu-me a volta com uma pinta que nem queiram saber… fantástico. É um daqueles livros que a certa altura nos rebenta o cérebro, sabem? No bom sentido, claro 😁 Só para terem a noção do nível a que está o enredo deste livro, eu colocaria-o num pedestal ao lado de A Mulher Entre Nós que, como sabem, foi um dos thrillers de que mais gostei até agora e será sempre um favorito.

Assim, como já devem ter percebido, é claro que este livro está mais do que aprovado, e é super recomendado aqui pela je, que foi completamente arrebatada e ficou de queixo caído.

 

.5/5 estrelas

.

*link de afiliado: ao comprarem através deste link, ajudam o blog com uma pequena comissão ♡